quinta-feira, 22 de abril de 2010

Abraça-me!

Cada vez que fico em Vila Nova de Cerveira por causa do projecto "Tásse a ler", durmo na casa do artista. O meu quarto tem diversas obras de arte na parede...gosto muito daquela divisão da casa. Em frente à cama, esta intervenção de um artista convidado. Levo sempre este abraço comigo.

3 comentários:

  1. Sr. Miguel,

    eu não acho bem que ande a pedir a toda a gente para o abraçar...! Ainda por cima um senhor tão distinto.:)

    ResponderEliminar
  2. Não concordo nada com o comentário anterior! :)
    Abraços, sim... sempre!... E, como diz o Miguel Gameiro, "que sejam fortes"!
    Saudades, Miguel Horta... e cá vai o meu abraço (forte)!!! ;)

    ResponderEliminar
  3. Obrigado pelos amplexos firmes e sinceros....

    ResponderEliminar