quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Dia positivo!

Foto cedida pelo Teatro do Campo Alegre (Porto)
Esta oficina surgiu em Viseu (2004), no Teatro Viriato, como resposta a um desafio feito por Ana Lúcia Figueiredo para o festival "Mariposas". De lá para cá, muitas foram as apresentações deste projecto: no Teatro Municipal da Guarda (com necessidades educativas especiais), na companhia "Comédias do Minho (em contexto formativo), no Teatro do Campo Alegre (pela mão de Susana Menezes) ou no "Espaço do Tempo" terminando com uma grande projecção feita sobre a parede branca do Convento da Saudação. Eis como funciona: Usando a técnica dos slides directos, sugere-se um ponto de partida muito pequeno, uma película de acetato, para a criação de imagens. Usando tintas de vitral, marcadores, pequeníssimos objectos (encontrados dentro e à volta do espaço cultural), elementos vegetais e registos iconográficos; vão-se construindo as imagens sobre películas de acetato que posteriormente serão encaixilhadas. No final, os diapositivos serão projectados, entendendo-se o seu sentido cénico. Com a ajuda de grandes panos brancos (lençóis) os participantes transformam-se em projecções vivas das suas imagens experimentando o movimento do corpo em palco Spa: 17777

Sem comentários:

Enviar um comentário