terça-feira, 12 de junho de 2012

Pequenos lobos recolectores

No dia 2 de Junho estive na Fundação Lapa do Lobo (Canas de Senhorim) para mais uma recoleção de texturas e palavras com crianças e jovens, convocados pelo serviço educativo. 60 crianças! Imaginem… Isto só foi possível porque a equipa do Rui Fonte e Ana Lúcia Figueiredo prepararam muito bem o dia. Fiquei impressionado com a qualidade das instalações e o enraizamento do trabalho junto da comunidade. Aqui ficam algumas fotos que dão a ideia do ambiente vivido. Obrigado Fundação!
Pequenos lobos recolectores - Sinopse da oficina
Uma oficina que propõe uma cartografia da Lapa do Lobo através dos olhos de crianças recolectoras de texturas e de palavras encontradas pelas ruas da aldeia.
Pequenos grupos deambulam pela aldeia recolhendo texturas em folhas de papel, umas grandes e outras pequenas. Levam lápis de cera e barritas de grafite para transpor para o papel uma gravura em relevo, uma ilustração numa montra, uma tampa de esgoto e palavras, que se encontram por todo o lado e que o tato reconhece. Pelo caminho interpelam os habitantes da aldeia, entrando em cafés ou no meio do largo, fazendo perguntas estranhas: “Qual a sua palavra favorita?”, “Com que palavra acordou hoje a bailar na cabeça?” ou “Qual a palavra mais importante para si?”. A cada resposta, registam numa folha de papel o vocábulo recolhido. Mais tarde, na Fundação Lapa do Lobo, farão conjuntos de palavras e texturas sobre grandes folhas de papel de cenário que serão uma espécie de memória do percurso efetuado pela aldeia.

Sem comentários:

Enviar um comentário