sexta-feira, 1 de março de 2013

Guerrilheiros das palavras

 
Nelas
Canas de Senhorim
Terminou hoje em Canas de Senhorim a intervenção “Guerrilheiros das palavras”, pensada para o tecido escolar de Nelas, Canas e Carregal do Sal, uma ideia desenvolvida para o projeto Alcateia da Fundação Lapa do Lobo, coordenado por Ana Lúcia Figueiredo (companheira de outras mediações culturais). E terminou da melhor maneira, com uma turma do 10º ano de Ciências, tagarela e criativa da EB 2.3 de Canas.
Ao logo das últimas semanas tenho andado pelas 3 vilas propondo a poesia e a comunicação da palavra. Tenho convocado José Fanha, Fernando Pessoa, Álvaro de Magalhães e Alexandre O’ Neill para a tarefa da sedução poética destes jovens. Trabalhamos a palavra em torno da “Máquina da poesia” escrevendo pequenos textos ao jeito dos haiku e depois apresento-lhes uma ferramenta de comunicação da palavra de boca a orelha: O Sussurrador! Como se trata de uma ferramenta individual, cada um decora a gosto o tubo de cartão usando diferentes recursos plásticos. Escolhido o melhor texto produzido durante a sessão, partimos escola fora sussurrando a quem passa, sem nos esquecermos de fazer uma visita ao Concelho diretivo, cantina e administração da escola. Para dizer a verdade, o mais engraçado teria sido invadir Canas de Senhorim sussurrando a quem está pelos cafés e ruas da vila…
Fica aqui uma pequena seleção de imagens destes dias, nos três locais onde o projeto se desenvolveu.
Mais fotos: http://www.facebook.com/miguel.horta.3150?ref=tn_tnmn#!/media/set/?set=a.533894843317529.126120.100000910542740&type=1

Não é que começaram a surgir poemas dos jovens na internet...

O amor aproxima almas distintas.
O Mundo cala a ignorante sabedoria.
O sorriso exprime a luz da noite.
O paraíso felicita o horizonte profundo.
A lua beija o calar da noite.
O sol ilumina os sentimentos profundos.


Mariana Ferreira

O mundo cala a verdade estranha.
A neve acaricia a felicidade profunda.
A elegante chuva canta no paraíso.
A tristeza predomina no oceano.
A vida experimenta a luz sedutora.
Veloz é a estrela no lugar da sabedoria.
Forte é o sentimento que trago comigo.


Beatriz Fonseca

4 comentários:

  1. Vens cá e nem avisas para beber um scotch. Está mal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi sempre a correr...Regresso a 26 de março! fica prometido para essa altura...

      Eliminar
    2. Obrigado! Encontro marcado para 24 de março à noite?

      Eliminar