domingo, 9 de julho de 2017

Bairro Leitor: Jardins Colaborativos

Os jardins, ruas e praças devem ser locais de fruição e não lugares de afirmação territorial ou de manifestação de tensões, geradas por um urbanismo que não teve em conta as pessoas na sua génese. Os Jardins Colaborativos são uma proposta para a criação de espaços verdes geridos livremente pelos habitantes/vizinhos, coordenados e apoiados pela Junta de Freguesia da Ajuda. Uma proposta da Laredo Associação Cultural no contexto do projeto Bairro Leitor BIPZIP 2016-2019. O gosto pelas plantas e a vontade de intervir num determinado espaço verde motivam a sua natural ocupação. Isto mesmo vem acontecendo do Bairro do Casalinho da Ajuda, de forma desordenada. Esta ideia simples pretende que os moradores se coresponsabilizem pelo espaço que habitam, sendo proactivos e criativos na gestão dos seus jardins de proximidade. Assim, propõe-se a construção/desenvolvimento de dois jardins colaborativos na Rua Fonseca Benevides, Bairro do Casalinho da Ajuda, conforme imagem. Para que a ideia tenha sucesso, é importante criar a figura do “padrinho” da “madrinha” responsável pelo pedaço de jardim, gerando ideias e propondo soluções com o máximo de autonomia possível. A Junta de Freguesia da Ajuda dará todo o apoio técnico, logístico e orgânico (plantas, bolbos…) necessário à concretização e manutenção do espaço verde. Será necessária alguma formação, nomeadamente no que diz respeito a regas racionais e planificação de canteiros, para além dos conceitos básicos de jardinagem, a proporcionar pela equipa técnica da Junta. A mediação desta ideia no terreno só será possível se realizada por ativistas associativos residentes no bairro do Casalinho da Ajuda, com respeitabilidade reconhecida, que assim poderão ajuizar a escolha dos “padrinhos” e “madrinhas” dos espaços verdes e desbloquear hipotéticos impasses. A academia de Jovens do Casalinho da Ajuda tem, neste processo, um papel central. A ideia agora proposta é extensível ao Jardim do Miradouro, alvo de recente trabalho de requalificação, com inauguração festiva prevista para dia 29 de julho. Atualmente parte da zona reservada a relvado foi ocupada, nos seus limites, por canteiros de flores, numa iniciativa autónoma dos moradores. A distribuição de espaços é apenas indicativa pois deverão ser os moradores, em diálogo com a Junta, a definir a forma de desenvolvimento possível da ideia, como aliás aconteceu no “ jardim do miradouro”. A ideia prevê a instalação de bancos, a construção de carreiros, o plantio de árvores, concomitantemente com as ideias para canteiros a apresentar pelos moradores aos técnicos da Junta de Freguesia. Depois de aprovada a proposta, pela Junta de Freguesia, a Associação local deverá fazer o levantamento dos interessados, das suas ideias e projetos para aprovação.

1 comentário:

  1. Texto de 20.06.2017, no âmbito do projeto BIPZIP Bairro Leitor (2016-2019: estes projetos comprometem-se a buscar sustentabilidade para 3 anos), a decorrer no Casalinho da Ajuda. A Laredo Associação Cultural é um dos promotores. O Bairro Leitor envolve mais 10 parceiros.

    ResponderEliminar