sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Um dobrão de ouro para quem avistar Moby Dick!

 Ana Pêgo, a bióloga de serviço
 No final de cada sessão, 
cada turma ficou com um painel/diário de bordo
 para recordar os temas abordadados
O que cabe dentro de um cachalote?

Jogo da eco-localização: Os cachalotes vendados 
procuram lulas gigantes no fundo do oceano
Terminou ontem um ciclo de oficinas “Moby Dick” (a baleia branca vai à escola) baseadas na obra de Hermann Melville. Uma oficina descontraída e itinerante de educação para os oceanos, disponível para as escolas do País. É raro descobrir uma bióloga marinha numa biblioteca escolar, mais rapidamente encontraremos um escritor ou um ilustrador partilhando o seu trabalho. Assim, as crianças têm a possibilidade de questionar Ana Pêgo, a bióloga de serviço, ao longo de um mergulho de 3 horas no oceano, conhecendo os cetáceos e fazendo crescer a consciência ecológica. Nestas últimas 2 semanas estivemos no Monte Abraão (Queluz), na EB 1, com arraial montado na biblioteca escolar. Aqui ficam algumas imagens destes dias. Para a semana a oficina Moby Dick seguirá para Pêro Pinheiro. Não se esqueçam de consultar as condições para que esta oficina se realize na vossa biblioteca escolar, aqui, na página do programa Descobrir/Gulbenkian. (Com Miguel Horta, Ana Pêgo e Joana Maria)

Sem comentários:

Enviar um comentário