terça-feira, 26 de maio de 2015

Visitas em Língua Gestual Portuguesa: Museu de Serralves

Susana Tavares e Joana Cottin; Falar de arte contemporânea em Serralves, na Língua Gestual Portuguesa
A Laredo Associação Cultural vai crescendo. Depois do “Miríade de histórias”, de que já aqui vos falei, a equipa do Porto, coordenada pela Joana Macedo, apresenta agora no Museu de Serralves, visitas em Língua Gestual Portuguesa em torno da obra de Monika Sosnowska (integrada no programa “Serralves em festa”). A nossa monitora (mediadora cultural) Susana Tavares com a colaboração de Joana Cottin serão as responsáveis por esta oferta inovadora nos espaços museológicos contemporâneos. Em 2015 Serralves oferecerá mensalmente visitas orientadas em Língua Gestual Portuguesa (LGP), numa parceria com a Laredo Associação Cultural. Especificamente dirigidas à comunidade surda, estas visitas propõem receber os visitantes na sua língua natural, para um diálogo sobre as Exposições, a Arte Contemporânea, a Arquitetura e a Paisagem do Museu. De acordo com a Carta dos Direitos da Pessoa Surda, de 2001, “a cultura deve ser facilmente acessível às pessoas surdas, em todos os seus domínios: artes, literatura, ciências, tecnologia, museus, criando-se as condições necessárias para tal”. Esta proposta do Serviço Educativo do Museu de Serralves responde ao desafio de trazer a comunidade surda a encontros com este Museu de Arte Contemporânea, de referência internacional.

Sem comentários:

Enviar um comentário