sábado, 11 de janeiro de 2014

No soalho do Museu

foto de Tiago Paixão
Sentados no chão do Museu Gulbenkian a conversar calmamente com um quadro na frente. São momentos fantásticos, estes que a Rosário Azevedo cria com a sua visita “O meu retrato” dedicada a públicos com necessidades educativas especiais. Trabalhamos a identidade a partir das obras expostas, neste caso o retrato de Duval de L’ Épinoy de Maurice-Quentin de La Tour, um desenho a pastel.
À medida que vou conhecendo melhor a colecção vou criando segredos com algumas obras. Algumas convocam a minha infância, como o “naufrágio de um cargueiro” de Turner. Como esta peça me marcou…

Sem comentários:

Enviar um comentário