domingo, 15 de dezembro de 2013

"Eu sou Tu" na Biblioteca Maria Lamas


Criar utilizadores e leitores numa biblioteca instalada num bairro complicado não é tarefa fácil, mas é a missão da Biblioteca Maria Lamas no Monte da Caparica (Raposo – Almada). A equipa está motivada e só a persistência dará frutos visíveis. Ao longo deste Outono tenho desenvolvido um conjunto de oficinas e espetáculos, contribuindo para que o espaço de leitura pública se enraíze na comunidade. Vamos ter que imaginar novas formas de mobilização dos moradores, para além da relação com as escolas que naturalmente irá crescendo. Este fim de semana foi tempo de “Eu sou Tu”, oficina onde criamos narrativas através dos nossos corpos partilhados num papel de cenário. Um público misto: famílias já conquistadas pela biblioteca. Um grupo de meninos e meninas ciganos e uma representação de luxo da Charneca da Caparica: Paula, Fernando e Lara. Os meninos ciganitos lá conseguiram estar 1 hora a trabalhar mas o tempo de concentração esgotou-se e não concluíram a sua parte. “Não estão habituados a ouvir instruções”, disse o Fernando e com razão – dificilmente se aquietam o tempo suficiente para a escuta. Um rapaz criativo que liderou este grupo garantiu o trabalho até ao final da representação gráfica. As famílias tiveram alguma dificuldade em comunicarem umas com as outras, resultado de um modo de vida isolado que todos levamos nos núcleos familiares, mas que pode ter alternativas no fruir das propostas apresentadas pelas bibliotecas municipais. “Falta-nos um espaço destes na Charneca da Caparica” desabafou a Paula. Concordo, mas ainda vamos ter de esperar.

Sem comentários:

Enviar um comentário