terça-feira, 1 de outubro de 2013

Ideias que ganham corpo em Sintra


Cartão de cidadão de corpo inteiro
As ideias ganham corpo neste início de ano letivo. Depois de um encontro com assistentes operacionais e docentes do agrupamento de escolas de Fitares (Sintra) que têm na sua sala meninos/as com necessidades educativas especiais, vamos começar as sessões da oficina “Eu sou Tu”, numa perspetiva integradora e transversal ao universo da escola. “Uma oficina onde se parte do corpo chegar à construção coletiva de histórias. Como misturar o meu corpo com o teu e com o dele? Claro, que só em grandes folhas de papel de cenário, recortando com um grafite grosso o nosso contorno, somando tudo no suporte. Poderemos acrescentar objetos, abrindo as portas a diferentes histórias. Tudo pode acontecer sobre uma grande folha de papel, de repente transformada no céu, no mar ou num cenário quotidiano onde as nossas personagens de repente ganham vida. Ao longo de 120 minutos (máximo) aprendemos a trabalhar em conjunto, em grupos de 5 elementos, talvez juntando tudo numa grande história final, um pouco projetiva da nossa existência…”.
Este projeto surge no seguimento da oficina “Cartão de cidadão de corpo inteiro” que desenvolvemos com as crianças especiais do agrupamento no ano passado (uma iniciativa da divisão de educação da Câmara Municipal de Sintra). Os professores tiveram oportunidade de contactar com a metodologia proposta, começando logo ali um processo de apropriação da ideia de forma a ser articulada com o curriculum específico. E podem acontecer coisas fantásticas numa grande folha de papel de cenário… É minha convicção que esta metodologia não formal mas estruturada e clara nos seus objetivos, pode ser aplicada ao conjunto da turma, espelhando aprendizagens de uma forma criativa, lúdica. Estão previstas á volta de 15 sessões em todo o agrupamento! Aqui vos irei dando notícias do projeto ao longo das suas diferentes fases.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário