sábado, 9 de fevereiro de 2013

Guerrilheiros das palavras

Primeira sequencia de trabalho no projeto Alcateia (Fundação Lapa do Lobo) com os “Guerrilheiros da Palavra”: em torno da partilha da poesia com jovens do Carregal do Sal, Nelas e Canas de Senhorim.  Mas afinal o que é a poesia? “Com pregos Batista não há madeira que lhes resista!”, rima mas não é poesia. Para se saber melhor é preciso experimentar junto ao cerne, no coração das palavras, utilizando a “Máquina da poesia”. A leitura de Alexandre O’Neill, António Gedeão e outros autores, permitiu clarificar a questão junto dos alunos. E como partilhar os textos poéticos que foram surgindo? Usando um objeto especial de comunicação pessoal: O sussurrador! Depois de escolhida a melhor frase poética e decorado o cilindro das palavras, lá fomos sussurrar para o pátio da escola. Ainda teremos mais umas quantas sessões em Nelas e Canas de Senhorim. Aqui ficam algumas fotos desta oficina.
 Explicando o funcionamento da Máquina
Até de olhos vendados se escreve poesia...
Construindo os Sussurradores
Sussurando
Os "Guerrilheiros das Palavras" do Carregal do Sal com os seus sussurradores!

Sem comentários:

Enviar um comentário