quarta-feira, 14 de março de 2012

"Novas Memórias do Cárcere"

A Guimarães Capital da Cultura e a Casa de Camilo desafiaram-me para desenvolver um conjunto de oficinas de escrita no Estabelecimento Prisional de Guimarães, o projeto “Novas memórias do Cárcere”. Será um trabalho aturado a partir do qual se publicará um livro e se realizará um filme. Já estive com os reclusos numa primeira apresentação onde expliquei os objetivos do nosso trabalho. Claro que contei uma história e li um texto em frente a uma plateia de duas dezenas de reclusos expectantes. Vai começar outra aventura nas prisões! Espero que estas pessoas ali detidas produzam textos que os ajudem a crescer e a ler o Mundo. Irei dando notícias desta intervenção aqui no Laredo.
Uma nota desagradável: a desatenção dos jornalistas presentes na conferência de imprensa que conseguiram ignorar o nome do Mediador que vai trabalhar a matéria prima da qual vive este projeto da Capital da Cultura...
Saiba mais em: http://www.guimaraes2012.pt/index.php?cat=191&item=32917

3 comentários:

  1. Que bonito texto. Gostei do que li.

    ResponderEliminar
  2. e poeta conserteza quem fez esse poema e que vai dar numa bonita musica parabens

    ResponderEliminar
  3. Obrigado Filipe. Tenho um recluso músico no E.P. Setúbal...a sua arte é muito respeitada pelos colegas de destino.

    ResponderEliminar