segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Traulitada!

A minha primeira experiência na escrita para teatro surgiu de um desafio feito pela Cláudia Sousa do Centro de Atendimento juvenil de Vila Nova de Paiva (Progride, entretanto extinto): uma peça para fantoches sobre o tema do Bulling:"Traulitada!"- Um grupo de alunos do secundário pretendia montar uma peça para apresentar aos mais novos, um pouco agitados. O resultado foi muito interessante da confecção dos fantoches até ao desempenho dos manipuladores de “robertos”. As coisas simples funcionam; os bonecos permitem a distanciação necessária para se lançar o debate a seguir à apresentação.

(...)
Entram dois fantoches, dois amigos conversando numa excitação ofegante:
Zeca : Ó! Ó,! Ó! E o palerma do “Xico beiças” armado em menino lindo da professora? (pronuncia beirã acentuada e trocista)
Luís: É mesmo “totó”...
Zeca: E com aquelas beiçolas mais parece um borrego
(riem-se, trocistas, agarrados à barriga de tanta piada que a coisa tem...)
Zeca: Bora lutar como na televisão...Como naquela cena do “Restelingue”?
Luís: Mas é faz de conta, Zeca... Ouviste? (tom receoso)
Zeca: Sim! Sim! Claro que Sim! (Primeiro “sim” convincente, segundo decidido e terceiro matreiro)
(...)

2 comentários:

  1. Um bom trabalho desenvolvido por um grupo de alunas do 12º ano, da Escola Secundaria/3 de Vila Nova de Paiva, com a professora Susana Buloto. As alunas estiveram sempre muito motivadas: da ideia à representação. Também foi com muito carinho que te receberam, depois, e representaram a peça para ti.
    Nunca é demais agradecer a disponibilidade e cuidado que pões nos trabalhos que fazes e claro esta publicação, neste dia.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Parabéns, pois. Trabalhou-se bem...No outro dia, uma biblioteca escolar de Barcelos ficou muito interessada na peça

    ResponderEliminar