quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Estabelecimento Prisional de Lisboa, ala dos jovens, quarto dia.

Apresso-me a contar as novidades da minha manhã no estabelecimento Prisional de Lisboa com os meus jovens reclusos… Depois das apresentações de alguns livros doados (estou melhor que o professor Marcelo…), decidi começar o dia lendo em jeito de RAP a “Pedra filosofal” de António Gedeão. Aí os presos começaram a fazer um “Beat” , batendo nas mesas e fazendo vocalizações ritmadas num Hipop perfeito. Fiquei encantado. Peguei no “Fala de um homem nascido” e propus que cada um lesse uma estrofe mantendo o fundo musical do Beat. Eles agarraram o desafio e o resultado foi lindo. Depois começámos a brincar com o “Calçada de Carriche”, “Anda Luisa, Luisa sobe” à procura do ritmo da mensagem. Fizeram-me prometer que traria fotocopias dos poemas para eles “trabalharem a cena”. Criado o ambiente, fizemos uma brincadeira em torno “dos sons nascem histórias”; usar a competência da palavra para contar a história sugerida por uma banda sonora aparentemente abstracta. Senti algumas dificuldades na capacidade de desenhar com a língua Portuguesa a historia sugerida. Uns vão tentar escrever o que ouviram, outros desenharão. No final requisitaram dois livros de banda desenhada, um manual de astrologia, um Harry Potter e um livro de Álvaro de Magalhães. A pequena cela transformada em biblioteca vai ganhando vida, está mais limpa e agora ostenta alguns trabalhos dos reclusos na parede. O frio, esse continua terrível. Fazemos as sessões de gorro na cabeça.

5 comentários:

  1. PARABÉNS Miguel, excelente trabalho. mjoão

    ResponderEliminar
  2. Como deve estar mudado o ambiente, Miguel. Como ex-EPL, só te posso dar os parabéns pela tua incansável pertinência junto aos "brothers" das Alas mais inteligentes.

    O resultado só pode ser de sucesso porque os man, meu, agarram qualquer possibilidade para se tornarem melhores pessoas e largar de vez com a puta da má sorte.

    E tu podes dar-lhes a chave para poderem abrir mais uma porta p'ró futuro. Muitos deles não te vão desiludir, camarada.

    ResponderEliminar
  3. Boa! Prossegue e vai contando, animas o pessoal. O das alas mais e menos inteligentes dentro e fora dos estabelecimentos.

    ResponderEliminar
  4. Obrigado amigos! Quero dizer aqui que o zé "Prisas" tem apoioado o meu trabalho desde o primeiro momento através do Blog dele onde mantém uma presença muito atenta a tudo quanto diz respeito à vida no interior dos EPs.

    ResponderEliminar